MENSAGEM DO PRESIDENTE

 1160682 SITE

A Associação Humanitária de Bombeiros de Parede “Amadeu Duarte” é uma Instituição Humanitária de Solidariedade Social nos termos do artigo primeiro número dois dos seus Estatutos.

Estas Associações adquirem personalidade jurídica e são reconhecidas como pessoas colectivas de utilidade pública administrativa com a sua constituição nos termos do atual regime das Associações Humanitárias de Bombeiros.

Mas a utilidade pública da nossa Associação foi logo reconhecida na sequência da sua constituição que ocorreu em 9 de agosto de 1926, já lá vão mais de noventa anos.

Sou Presidente do Conselho de Administração desta nossa Associação ainda não há um ano, embora seja membro do Conselho de Administração há mais de uma dúzia de anos, tendo tomado o cargo por cooptação dos meus pares, na sequência da malograda vacatura, acontecida nomeadamente por razões de saúde do anterior.

São mais de sete mil os nossos associados com os quais pudemos sempre contar e com os quais contamos para desenvolver toda a atividade do Corpo de Bombeiros, na prestação de socorro e de combate a incêndios e, ainda, para podermos proporcionar a prestação de serviços à atividade de clínica médica que ocupa as nossas instalações, fornecendo-lhes o apoio necessário, através dos nossos funcionários, ao desenvolvimento dos seus serviços de consulta e atendimento aos respetivos utentes.

Contamos com a colaboração de cinquenta e um funcionários a última das quais foi admitida no início de dezembro de 2018.

A nossa presidência termina no final do primeiro triénio de 2019. Na verdade, no meu entender, nos termos do artigo 21 dos Estatutos, o mandato dos Eleitos para os órgãos sociais é de três anos; e, as destituições, demissões ou impedimentos definitivos devem ser preenchidas por cooptação, nos termos dos Estatutos, como foi o meu exemplo, e, ainda, se for caso disso, nos termos do artigo 21 da Lei 32/2007, de 13 de agosto e seus números, começando a contar os prazos de acordo com o Código Civil no dia seguinte ao da tomada de posse dos respetivos membros.

Não sou nem nunca fui desistente e é minha intenção cumpri-lo!

E, tudo se fará, da minha parte, para que haja uma transição ordeira e colaborativa desejando, aliás, o máximo sucesso a equipa vindoura, qualquer que ela venha a ser e que no momento não está nos meus horizontes vislumbrar.

 

Jorge Lourenço Martins

(Presidente do Conselho de Administração da A.H.B.P.)

  • Visualizações: 597

© Associação Humanitária de Bombeiros de Parede 'Amadeu Duarte'-2017

0
Shares